Exército e oposição síris acordam cessar-fogo

Exército e oposição síris acordam cessar-fogo

 

Lusa/Açoriano Oriental   Internacional   29 de Dez de 2016, 11:41

O Exército da Síria anunciou que vai suspender todas as operações militares a partir da meia-noite de hoje, depois do anúncio da Rússia sobre o acordo alcançado entre o Governo e a oposição relativamente a um cessar-fogo.

 

"O comando geral das forças armadas anuncia uma suspensão completa de todas as hostilidades em território sírio a partir das 00:00 de 30 de dezembro", lê-se num comunicado difundido hoje em Damasco.

O documento ressalva, no entanto, que o cessar-fogo exclui os combates contra o Estado Islâmico e o ramo sírio da Al-Qaida, a antiga Frente Al-Nosra.

A Coligação Nacional Síria, a principal força da oposição, também já veio dar o seu apoio ao acordo, num comunicado em que manifesta "concordância com o acordo" e em que "apela a todas as partes para que o cumpram".

O Presidente da Rússia, Vladimir Putin, anunciou hoje, durante uma intervenção na televisão, que o regime sírio e os rebeldes assinaram um cessar-fogo e acordaram começar conversações de paz.

De acordo com Vladimir Putin, as autoridades de Damasco e a maioria da oposição armada assinaram um documento sobre um cessar-fogo na Síria e também um anúncio sobre a sua disposição para começar as conversações de paz.

"Foram assinados três documentos; o primeiro é um documento entre o Governo da Síria e a oposição armada para um cessar-fogo no território da Síria", disse Putin durante um encontro com os ministros da Defesa e dos Negócios Estrangeiros.

"O segundo documento é um conjunto de medidas para verificar o cessar-fogo, e o terceiro documento é um anúncio da disposição das partes para começarem as conversações de paz", acrescentou o líder russo.


Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
 
Termos e Condições de Uso.