Excedente comercial chinês diminuiu 14,6 por cento


 

Lusa/AO online   Economia   10 de Set de 2010, 12:25

O excedente comercial da China nos primeiros oito meses de 2010 diminuiu 14,6 por cento, para 103 900 milhões de dólares (82 500 milhões de euros), evidenciando uma acentuada subida das importações, anunciou a Administração Geral das Alfândegas chinesas.
Em Agosto, as importações chinesas aumentaram 35,2 por cento em relação ao mesmo mês de 2009 e cresceram mais 12,5 pontos do que em Julho, enquanto o crescimento das exportações abrandou para 34,4 por cento, menos 3,7 pontos que no mês anterior.

O excedente comercial da China em Agosto desceu para 20 030 milhões de dólares (15 900 milhões de euros), menos 8670 milhões de dólares (6900 milhões de euros) que em Julho passado.

Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
Consulte os termos e condições de utilização e a política de privacidade do site do Açoriano Oriental.