Ex-Banif contribuiu com 9ME de lucro para o Santander Totta

Ex-Banif contribuiu com 9ME de lucro para o Santander Totta

 

Lusa/AO online   Economia   2 de Nov de 2016, 18:09

A integração do Banif no Santander Totta já contibuiu com nove milhões de euros de lucro até setembro, disse hoje o presidente do banco, adiantando que espera que no futuro esse investimento venha a render ainda mais.

 

“Embora a integração [do Banif no Santander Totta] esteja totalmente feita, posso dizer que o Banif representa nos nossos resultados um milhão de euros por mês (…) É evidente que estamos a tirar alguns resultados desse investimento mas não é o que a nossa estratégia prevê em termos de futuro”, disse hoje António Vieira Monteiro, na conferência de imprensa de apresentação dos resultados do Santander Totta até setembro.

O banco divulgou hoje que conseguiu, nos primeiros nove meses deste ano, um resultado líquido de 293,7 milhões de euros, numa subida homóloga de 66,2%, pelo que nove milhões de euros se deveram aos ativos e passivos integrados do Banif.

Em dezembro de 2015, o Governo e o Banco de Portugal anunciaram a resolução do Banif e a venda da atividade bancária ao Santander Totta por 150 milhões de euros. Foi ainda criada a sociedade-veículo Oitante para a qual foi transferida a atividade bancária com que o Totta não ficou.

Sobre a integração dos ativos e passivos do Banif no Totta, que era prevista ser feita até final do ano, Vieira Monteiro disse hoje que essa foi já concluída “com sucesso”: “Na última semana terminamos a integração informática do Banif. Neste momento, a integração do que eram passivos e ativos do ex-Banif está totalmente feita”.

Vieira Monteiro aproveitou ainda a conferência de imprensa hoje realizada para negar que o Santander Totta esteja a diminuir o negócio na Madeira e Açores, regiões em que o Banif era forte.

“Tanto num mercado como noutro o volume de negócios está a aumentar 2% desde dezembro de 2015”, garantiu.

Sobre a unidade do Banif Bahamas, onde foram encontradas operações problemáticas, Vieira Monteiro disse hoje que está a ser feita a liquidação, admitindo algumas perdas para o banco.

Quanto à baixa adesão de obrigacionistas subordinados do Banif – que ficaram no ‘banco mau’ Banif e por isso deverão arcar com perdas - à proposta comercial que o Santander Totta apresentou, o responsável disse que os que não aderiram poderão estar à espera de uma melhor solução por parte do Estado, que poderá não acontecer.

António Vieira Monteiro revelou hoje que, quando estava a negociar a compra de parte das atividades do Banif, o Santander Totta fez uma proposta para “pegar nas obrigações subordinadas”, ou seja, para assumir a responsabilidade perante esses obrigacionistas.

No entanto, disse que tal não foi permitido pelas autoridades devido à lei de resolução bancária. Nesse caso, os valores em causa no negócio poderiam ter sido diferentes.

O Santander Totta fez hoje a apresentação de resultados nas novas instalações dos serviços centrais em Lisboa, junto à Praça de Espanha, tendo o presidente do banco dito que no novo edifício trabalham diariamente cerca de 950 pessoas.

Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
 
Termos e Condições de Uso.