EUA reavaliam estratégia contra 'jihadistas' no Iraque

EUA reavaliam estratégia contra 'jihadistas' no Iraque

 

Lusa/AO online   Internacional   20 de Mai de 2015, 18:59

Os Estados Unidos estão a reavaliar a estratégia contra os 'jihadistas' no Iraque, depois da conquista da cidade de Ramadi (centro) pelos combatentes do grupo extremista Estado Islâmico (EI), admitiu um alto responsável norte-americano.

 

"Era preciso ser insensato para não olhar para uma situação deste tipo e perguntar o que errou, como é possível corrigir [a situação] e como traçamos o melhor caminho para o conseguir", afirmou o responsável.

"E é isso exatamente que estamos a fazer. Estamos a analisar seriamente a situação", reforçou.

A mesma fonte frisou que Washington vai ajudar Bagdad a reconquistar esta cidade "logo que possível", recusando-se a ser mais específico em termos de calendário.

Este quadro do Departamento de Estado norte-americano também anunciou que Washington vai fornecer às forças armadas iraquianas cerca de 1.000 sistemas de mísseis antitanque, de forma a travar os atentados com veículos armadilhados frequentemente perpetrados pelos 'jihadistas'.

No domingo passado, o EI anunciou ter tomado o total controlo sobre Ramadi, a cerca de 100 quilómetros a oeste da capital iraquiana de Bagdad, o que representou um forte revés para as forças iraquianas.

Nesse dia, os extremistas reivindicaram a vitória em fóruns 'jihadistas', escrevendo: "Deus permitiu aos soldados do califado limpar toda a cidade de Ramadi. Eles controlam-na, com os batalhões de tanques e lançadores de mísseis que aí se encontram, bem como o centro de comando das operações (da província de Al-Anbar)".

Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
 
Termos e Condições de Uso.