Wikileaks

EUA congratulam-se com prisão de Assange

EUA congratulam-se com prisão de Assange

 

Lusa/AO online   Internacional   7 de Dez de 2010, 17:23

O secretário da Defesa norte-americano congratulou-se com a detenção do fundador do Wikileaks, Julian Assange, no dia em que o Pentágono admitiu que a libertação de telegramas confidenciais norte-americanos pelo “site” prejudicou a relação com potências estrangeiras.
"Eu não tinha ouvido isso, mas parece-me uma boa notícia", disse Gates confrontado pela imprensa com a notícia da detenção de Assange, enquanto visitava uma base norte-americana no Afeganistão.

Assange vai ficar em prisão preventiva no Reino Unido até nova audiência judicial a 14 de Dezembro para analisar o pedido de extradição para a Suécia, onde é suspeito de crimes sexuais, foi hoje anunciado.

Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
 
Termos e Condições de Uso.