Política

EUA ameaçam recorrer a novas sanções ao Sudão


 

Lusa/AO online   Internacional   15 de Set de 2010, 11:27

Os Estados Unidos garantiram ao Sudão que recorrerão a novas sanções se a situação naquele país africano se deteriorar com a realização do referendo de autodeterminação do sul, previsto para Janeiro, anunciou o Departamento de Estado.
O emissário especial do presidente Barack Obama, Scott Gration, divulgou esta mensagem durante a visita que realizou ao Sudão durante o fim-de-semana, segundo referiu o Departamento de Estado em comunicado divulgado na terça-feira.

Nos encontros que manteve com membros do governo sudanês, Gration deixou claro que “haverá uma série de consequências se a situação do país se deteriorar, ou se não houver progressos, incluindo novas sanções”.

Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
 
Termos e Condições de Uso.