Saúde

Estudo mostra degradação do sistema de saúde

Estudo mostra degradação do sistema de saúde

 

Lusa/AO online   Nacional   3 de Dez de 2010, 16:58

O actual sistema de saúde está em degradação e é insustentável, conclui um estudo do Instituto Superior de Economia e Gestão (ISEG), que recomenda um novo modelo de financiamento que incida nos resultados.
“Propomos uma mudança de paradigma: pensar em financiar os cuidados de saúde e não as condições que permitam vir a possibilitar esses cuidados”, defendeu o economista Augusto Mateus, coordenador do estudo.

Assim, o financiamento do sistema deveria ser feito através da satisfação das necessidades da população e não através das infra-estruturas

“O Estado deve querer é que os portugueses tenham acesso a cuidados de saúde e não ter três hospitais separados por 30 quilómetros de distância”, exemplificou Augusto Mateus.

“Financiando as condições chegámos à insustentabilidade financeira do sistema. Então, talvez valha a pena dar uma oportunidade a financiar os resultados”, acrescentou.

Para os autores do estudo, ficou demonstrado “que não é possível continuar a assistir à degradação” da sustentabilidade do sistema de saúde.

Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
 
Termos e Condições de Uso.