Estudantes da UAç levam preocupações ao Representante da República

Estudantes da UAç levam preocupações ao Representante da República

 

Lusa/AO online   Regional   10 de Out de 2014, 17:38

Estudantes da Universidade dos Açores entregam na segunda-feira ao Representante da República na região um documento com as suas preocupações em relação às alterações aos regimes de pagamento de propinas e do estudante a tempo parcial.

"Trata-se de um documento que saiu do grupo de trabalho e que expressa as atuais preocupações dos alunos face às alterações introduzidas no prazo e modalidades de pagamento das propinas e ainda às alterações ao regime de estudante em tempo parcial" na Universidade dos Açores, disse o presidente da Associação de Estudantes do Campus de Angra do Heroismo, Filipe Alves.

Nas últimas semanas surgiram várias críticas dos alunos em relação ao novo modelo de pagamento de propinas na academia açoriana, que passou de dez prestações para quatro prestações.

Um grupo de trabalho, criado na sequência de uma assembleia-geral de alunos, a 01 de outubro, já tinha também entregado na quinta-feira um documento ao presidente do Conselho Geral, conselheiros e reitoria onde defendiam o regresso à anterior modalidade de pagamento.

Os alunos da academia açoriana acusam a reitoria de os estar a "afastar" da academia ao introduzir este novo modelo de propinas que os penaliza e do qual dizem só terem tido conhecimento no ato da matrícula.

Este grupo de trabalho, em representação de todos os alunos da Universidade dos Açores, pretende que seja feita uma revogação imediata às alterações do regime de estudante em tempo parcial e que se regresse ao pagamento das propinas em dez prestações".

Mas o reitor da Universidade dos Açores disse, na quinta-feira, à saída da reunião do Conselho Geral da universidade, que vai manter a nova modalidade de pagamento das propinas, afirmando que “não é diferente” do modelo adotado no ano letivo passado, mas manifestou “abertura” para dialogar com os estudantes.

João Luís Gaspar justificou o novo modelo com a necessidade de “aumentar a eficácia da universidade e dos seus serviços na cobrança das propinas”.

A audiência dos alunos com o Representante da República para a Região Autónoma dos Açores, Pedro Catarino, está marcada para segunda-feira às 11:00 locais (12:00 em Lisboa), na ilha Terceira.


Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
 
Termos e Condições de Uso.