Estradas de Portugal identifica infra-estruturas a precisar de intervenção


 

Lusa / AO online   Nacional   2 de Mar de 2010, 17:31

A Estradas de Portugal identificou 16 obras de arte (pontes, túneis, viadutos, aquedutos) que precisam de intervenção imediata, seis das quais estão desactivadas, disse hoje o vice-presidente da empresa, Eduardo Gomes.
O vice-presidente da EP explicou que a EP identificou "156 obras de arte com estado de conservação 4" e "16 obras de arte com estado de conservação 5", que têm de ser alvo de uma intervenção imediata.

No entanto, destas 16 obras de arte, "seis estão desactivadas", disse Eduardo Gomes, que falava à margem da conferência de imprensa em que foi feito o balanço do Sistema de Gestão de Obras de Arte (SGOA), que decorreu na sede da empresa, em Almada.

Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
 
Termos e Condições de Uso.