Estaleiros de Viana do Castelo saldaram dívida aos Açores por causa do "Atlântida"

Estaleiros de Viana do Castelo saldaram dívida aos Açores por causa do "Atlântida"

 

LUSA/AO online   Economia   10 de Set de 2014, 16:23

Os Açores receberam na terça-feira os 7,85 milhões de euros que os Estaleiros Navais de Viana do Castelo ainda deviam à região na sequência do processo do navio "Atlântida", disse à Lusa fonte da empresa pública regional Atlânticoline

Segundo a mesma fonte, aquele valor, que a empresa recebeu na terça-feira, inclui os juros "até à data do pagamento", estando assim totalmente saldada a dívida dos estaleiros à Atlânticoline.

Os Açores encomendaram aos Estaleiros Navais de Viana do Castelo (ENVC) a construção de dois barcos para transporte de passageiros. Mas após a construção do primeiro ("Atlântida"), a região recusou o navio, em 2009, argumentando que não cumpria o caderno de encargos a nível da velocidade.

O segundo barco ("Anticiclone") não chegou a ser construído.

As duas partes chegaram a um acordo de rescisão em que os estaleiros se comprometeram a indemnizar a região em cerca de 40 milhões de euros.

A dívida foi agora totalmente saldada, com o pagamento à Atlanticoline de 7,85 milhões de euros.

Os ENVC anunciaram em julho a venda do "Atlântida" à Douro Azul, por 8,75 milhões de euros, segundo a fonte da Atlânticoline.

Concluído desde maio de 2009, o "Atlântida" foi avaliado em 29 milhões de euros no relatório e contas dos ENVC de 2012, quando deveria ter rendido quase 50 milhões de euros.


Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
 
Termos e Condições de Uso.