Estados Unidos anunciam aproximação histórica com Cuba

Estados Unidos anunciam aproximação histórica com Cuba

 

Lusa/AO Online   Internacional   17 de Dez de 2014, 16:51

Os Estados Unidos vão iniciar uma aproximação histórica com Cuba, prevendo, nomeadamente, o restabelecimento das relações diplomáticas com o regime de Havana e o alívio das sanções económicas impostas desde 1962, divulgou hoje um responsável norte-americano.

O alto funcionário da administração norte-americana, citado pela agência francesa AFP, indicou que Washington vai restabelecer uma embaixada em Havana "nos próximos meses".

Estas informações foram divulgadas após o anúncio da libertação do norte-americano Alan Gross, que estava detido há cinco anos em Cuba por espionagem.

O Presidente norte-americano, Barack Obama, e o seu homólogo cubano, Raul Castro, que falaram na terça-feira via telefone, vão fazer hoje intervenções a partir de Washington e de Havana.

Os Estados Unidos e Cuba, que estão separados unicamente pelos 150 quilómetros do Estreito da Florida, não têm relações diplomáticas oficiais desde 1961.

O embargo económico, comercial e financeiro contra Cuba foi imposto pelos Estados Unidos em 1962, depois do fracasso da invasão da ilha para tentar derrubar o regime de Fidel Castro em 1961, que ficou conhecida como o episódio da Baía dos Porcos.

O mesmo responsável, citado pela AFP, afirmou que o papa Francisco e o Vaticano desempenharam um papel fundamental como intermediário para esta aproximação histórica.

O papa também lançou um apelo pessoal a Barack Obama, numa carta enviada “este verão”, e a Raul Castro, e o Vaticano acolheu delegações dos dois países para finalizar esta aproximação, disse a mesma fonte.



Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
 
Termos e Condições de Uso.