Estado tinha mais de 1000 ME em pagamentos em atraso até maio


 

LUSA/AO online   Economia   26 de Jun de 2017, 19:45

As administrações públicas tinham, no final de maio, 1.007 milhões de euros em dívidas por pagar há mais de 90 dias, menos 71 milhões que no período homólogo, mas mais 20 milhões do que em abril deste ano

Na síntese da execução orçamental até maio publicada hoje, a Direção-Geral do Orçamento (DGO) refere que esta subida em relação a abril deve-se essencialmente ao aumento de 37 milhões de euros registado só em maio nas dívidas por pagar há mais de 90 dias nos Hospitais EPE.

Olhando para todo o passivo não financeiro das administrações públicas (ou seja, toda a despesa efetuada e não paga e onde se incluem as dívidas por pagar há mais de 90 dias), verifica-se que, no final de maio, totalizava os 2.121 milhões de euros.

Este resultado representa menos 392 milhões de euros do que o montante registado no período homólogo e é justificado pelo DGO com a "diminuição registada em todos os subsetores, com destaque para a Administração Regional (-230 milhões de euros) e Administração Local (-143 milhões de euros)".



Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
 
Termos e Condições de Uso.