Estado já comparticipou construção de habitações e apoio a rendas nos Açores no valor de 130 ME

Estado já comparticipou construção de habitações e apoio a rendas nos Açores no valor de 130 ME

 

Lusa   Regional   26 de Set de 2010, 13:50

A secretária de Estado do Ordenamento do Território e das Cidades disse hoje que “nos últimos quinze anos o governo português já comparticipou com 130 milhões de euros na construção de habitações e rendas sociais nos Açores”

Fernanda do Carmo, que falava à Lusa à margem da cerimónia da entrega de uma centena de fogos na freguesia de Rabo de Peixe, na Ribeira Grande, especificou que “66 milhões destinaram-se às habitações destruídas pelo sismo” de 1998 nas ilhas do Pico e Faial.

“Os restantes 64 milhões, comparticipação em quarenta por cento do valor total dos investimentos, destinaram-se à construção e apoios nas rendas de habitações sociais para famílias carenciadas em diversas ilhas do arquipélago”, disse.

Fernanda do Carmo adiantou que “já estão executados 44 milhões de euros” da comparticipação destinada às famílias do arquipélago açoriano.

A secretária de Estado realçou o facto de “estes serem investimentos integrados, uma vez que não se centram apenas na habitação, mas também na construção de infraestruturas de apoio, espaços públicos, mobiliário e equipamentos urbanos”.

É também fomentada, continuou, a formação profissional e cultural, a educação dos jovens e a preparação para o emprego.

No caso das cem habitações da freguesia de Rabo de Peixe a comparticipação, no valor de três milhões de euros, destina-se a uma ajuda ao arrendamento para os próximos doze anos.

Os apoios são concedidos no âmbito do PROAHABITA-Programa de Financiamento para Acesso à Habitação.


Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
 
Termos e Condições de Uso.