Estado de emergência na Califórnia por causa de sismo

Estado de emergência na Califórnia por causa de sismo

 

LUSA/AO Online   Internacional   24 de Ago de 2014, 22:34

O governador da Califórnia, Jerry Brown, declarou hoje o estado de emergência na zona norte do estado, onde um sismo de magnitude 6,1 causou esta madrugada pelo menos 87 feridos, danos materiais e cortes elétricos.

Segundo a agência de notícias espanhola EFE, o governador pediu às agências estatais que ajudem nos trabalhos de assistência na sequência do terramoto, o maior registado naquela zona desde o sismo de magnitude 7,0 em 1989. “O meu gabinete de serviços de emergência tem estado completamente ativo desde a primeira hora da manhã e está a trabalhar de forma estreita com os responsáveis de emergência a nível estatal e local (…) para responder ao impacto crítico em estruturas de edifícios”, afirmou Jerry Brown, em comunicado. O diretor-geral de operações da Corporação de Bombeiros de Napa, John Callahan, assegurou, em declarações aos órgãos de comunicação, que a cidade ficou sem recursos depois de ter extinguido seis incêndios, transportado residentes feridos e atendido chamadas sobre cortes elétricos e fugas de gás. Segundo informações da Corporação de Bombeiros, há 87 pessoas feridas, entre elas três em estado grave, incluindo uma criança que ficou ferida no desabamento de uma chaminé, segundo o diário ‘San Francisco Chronicle’. Pelo menos 70 feridos estão a ser assistidos no Centro Médico ‘Queen of The Valley”, em Napa, onde os funcionários criaram um centro de emergência no estacionamento, de modo a receber os feridos. O sismo ocorreu às 03:20 (11:20 em Lisboa), a noroeste de American Canyon, uma cidade do Napa Valley, situada a cerca de 60 quilómetros de São Francisco, onde o sismo foi sentido. O epicentro do sismo, designado de South Napa pelo instituto geológico norte-americano (USGS), situou-se a uma profundidade de 10,8 quilómetros e o tremor foi o mais importante desde o de Loma Prieta, que abalou a região há 25 anos. O USGS já registou várias réplicas e, segundo uma especialista do observatório sísmico, Jessica Turner, é provável que outras réplicas até uma magnitude 5 ocorram na próxima semana. A polícia de trânsito na Baia de São Francisco encerrou pelo menos duas estradas no vale devido a “danos significativos” e pediu aos automobilistas para serem prudentes. Mais de 30.000 casas ficaram sem eletricidade na Baia e, em Napa, a eletricidade foi cortada em mais de 28.000 habitações. Até ao momento não foi determinada a causa do terramoto, mas a USGS indicou na sua conta de ‘Twitter’ que “suspeita” da secção de Browns Valley, na falha de West Napa. No sismo de Loma Prieta, em outubro de 1989, morreram 63 pessoas, 16 mil casas ficaram destruídas e parte da ponte que liga São Francisco a Oakland, mais conhecida por Bay Bridge, ficou danificada.


Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
 
Termos e Condições de Uso.