Estação costeira na ilha de São Miguel recebeu no ano passado 4.276 chamadas

Estação costeira na ilha de São Miguel recebeu no ano passado 4.276 chamadas

 

LUSA/AO online   Regional   6 de Jan de 2017, 15:40

A estação costeira da cooperativa de pescadores Porto de Abrigo, nos Açores, recebeu em 2016 um total de 4.276 chamadas, entre pedidos de apoio, informações sobre meteorologia, evacuações e avarias em barcos, foi hoje anunciado

Segundo a Porto de Abrigo, do total de chamadas recebidas, 1.499 foram de embarcações - de pesca, recreio e comerciais - que telefonaram para a estação a solicitar, por exemplo, contactos para familiares.

Em 2016, a estação costeira recebeu ainda 1.446 solicitações de informações sobre meteorologia e efetuou 799 chamadas, sobretudo de familiares dos tripulantes para as embarcações.

“Algumas das chamadas identificadas como ‘mayday’ (pedidos de evacuações) e ‘security’ (avarias) foram reencaminhadas para os serviços de busca e salvamento (da Marinha), tratando-se de situações das quais estava em causa, ou poderia resultar, perigo para a segurança de pessoas e bens, e situações de evacuações”, adianta a cooperativa em comunicado.

Os dados relativos ao ano passado representam “um pequeno decréscimo” face a 2015, quando ocorreram 4.350 chamadas.

Segundo a cooperativa, tal deve-se a “avarias que afetaram os retransmissores localizados nos grupos central e ocidental que foram recuperados e reestruturados na sequência de protocolos entre a Porto de Abrigo, o Governo dos Açores e a Proteção Civil, cujos trabalhos ficaram concluídos em setembro de 2016”.

A funcionar na sede da Cooperativa Porto de Abrigo, em Ponta Delgada, ilha de São Miguel, este serviço cobre a Zona Marítima dos Açores através de oito retransmissores localizados nas ilhas de São Miguel, Santa Maria, Flores, Graciosa, Faial e Terceira.


Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
 
Termos e Condições de Uso.