Esmeralda continua a sofrer diz psicóloga

Esmeralda continua a sofrer diz psicóloga

 

Lusa / AO online   Nacional   22 de Jan de 2010, 16:03

 A psicóloga do Centro Hospitalar de Coimbra que acompanhou a menor Esmeralda Porto durante cerca de um ano, a partir de Março de 2007, declarou-se hoje convencida de que, apesar de apresentar um comportamento adequado, a criança está em "sofrimento".
Anabela Fazendeiro, que hoje começou a ser ouvida pelo Tribunal de Torres Novas, por vídeo-conferência, no âmbito do processo de pedido do poder paternal e guarda da menor interposto pela mãe, Aidida Porto, afirmou que as sequelas da ruptura sofrida pela criança se vão manifestar posteriormente, referindo que as alterações de comportamento se revelam frequentemente na adolescência.

A criança, que foi entregue pela mãe com três meses ao casal Luís Gomes e Adelina Lagarto, com quem viveu perto de seis anos, passou a viver com o pai, Baltazar Nunes, em Dezembro de 2008, tendo o Tribunal de Torres Novas confirmado o poder paternal e a guarda da criança ao pai em Março de 2009.

Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
 
Termos e Condições de Uso.