Escultura em ouro maciço roubada da leiloeira Christie's em Londres


 

Lusa/AO online   Internacional   30 de Nov de 2012, 17:14

Uma escultura em ouro maciço do britânico Douglas Gordon foi roubada da leiloeira Christie's, que avisou o artista duas semanas depois de ter denunciado o incidente à polícia, noticiou a imprensa britânica.

A escultura, que representa uma mão, avaliada em 250.000 libras (308.000 euros), estava nos armazéns da leiloeira no centro de Londres e aguardava transporte para Telavive, Israel, para integrar uma exposição no próximo mês de janeiro, indicou a edição 'online' do jornal The Guardian.

No início deste mês, a Christie's deu conta do desaparecimento da peça e informou a polícia a 12 de novembro.

Na altura, e de acordo com o diário britânico, a leiloeira não avisou Douglas Gordon, artista que ganhou o prestigiante prémio de arte Turner, em 1996.

Em declarações ao The Guardian, o artista britânico disse acreditar que a peça foi roubada e fundida.

A escultura, que estava coberta por um seguro de meio milhão de libras (616.000 euros), tinha integrado uma exposição em Londres, que terminou em finais de outubro.

“Aparentemente, um empregado levantou por acaso a caixa onde estava a peça e achou que estava leve”, comentou o artista de origem escocesa, manifestando ainda indignação por não ter sido avisado mais cedo pela leiloeira.


Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
 
Termos e Condições de Uso.