Escola faz minuto de silêncio pela memória das "vítimas da violência nas escolas"


 

Lusa / AO online   Nacional   26 de Mar de 2010, 11:12

Alunos, professores e funcionários da Escola Básica Integrada (EBI) de Eixo guardaram esta sexta-feira um minuto de silêncio em memória das "vítimas recentes da violência nas escolas", que terminou com um apelo à pacificação da comunidade escolar.
A memória de Leandro, jovem de 12 anos envolvido num caso de violência escolar que morreu nas águas do rio Tua, e ainda a do professor de Sintra que se suicidou após ter sido vítima de bullying na escola onde leccionava foram invocadas numa curta cerimónia na entrada de EBI de Eixo, que reuniu grande parte da comunidade escolar.

"Decidimos fazer este minuto de silêncio porque acreditamos que a escola está a transformar-se num sítio com alguma violência e conflitualidade, em vez de ser um sítio de paz e alegria, de transmissão de conhecimentos", disse à Lusa o professor António Morais, promotor da iniciativa.

Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
Consulte os termos e condições de utilização e a política de privacidade do site do Açoriano Oriental.