Centenário da República

Escalada ao Pico para comemorar Centenário da República

Escalada ao Pico para comemorar Centenário da República

 

Lusa / AO online   Regional   15 de Jul de 2010, 18:05

Uma subida ao Pico, o ponto mais alto de Portugal, a 2351 metros de altitude, vai assinalar, na noite de 3 para 4 de Setembro, o início do programa das comemorações do Centenário da República nos Açores.
A ‘Subida ao Pico mais alto da República’, uma iniciativa da Presidência do Governo Regional, contará com a presença de João Garcia, o mais famoso alpinista português, e de Luís Bettencourt, o alpinista açoriano envolvido num projecto que visa hastear a bandeira dos Açores nos picos mais altos de cada continente.

A iniciativa é aberta aos alunos do ensino secundário do arquipélago maiores de 16 anos, tendo sido também convidados estudantes da Madeira e do Continente, além de filhos de emigrantes e imigrantes.

A anteceder a subida, a 3 de Setembro, será lançado o livro ‘Canto ao Pico’, de Manuel de Arriaga, que descreve as emoções da subida do primeiro Presidente da República Portuguesa ao ponto mais alto do país.

Na mesma altura, no Museu dos Baleeiros, será inaugurada uma exposição que cruza excertos do texto poético de Manuel de Arriaga com fotografias da Montanha do Pico.

A escalada terá início na madrugada de 4 de Setembro, para permitir que os participantes possam assistir no cimo do Pico ao nascer do Sol.

No alto da montanha será hasteada a bandeira nacional, numa homenagem a Manuel de Arriaga e ao regime republicano implantado a 5 de Outubro de 1910.

Está ainda prevista a colocação de uma lápide evocativa e a leitura de versos da autoria de Manuel de Arriaga.

Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
 
Termos e Condições de Uso.