Entre os mortos não estão portugueses - Secretário de Estado das Comunidades


 

Lusa/AO online   Nacional   24 de Mar de 2018, 11:13

O secretário de Estado das Comunidades esclareceu que o português dado como morto no atentado terrorista em França afinal está vivo e hospitalizado em estado grave, tendo-se tratado de uma informação errada das autoridades francesas.


“Trata-se de uma vítima portuguesa que está gravemente ferida no hospital”, disse José Luís Carneiro, adiantando que, “felizmente, não pereceu neste ataque terrorista”.

No final da tarde de hoje, o secretário de Estado tinha dado a informação de que um cidadão de nacionalidade portuguesa estava entre os mortos no ataque terrorista, por assim ter sido informado pelas autoridades.

Esta informação, explicou, não estava correta, tendo resultado de um erro de comunicaçao das autoridades francesas com os serviços consulares de Toulose.

"Lamentamos este erro e o sofrimento que também causou a todos nós, aos amigos e familiares", frisou, adiantando que já falou com o pai do português, a quem transmitiu solidariedade e apoio.

A mãe do português baleado já tinha afirmado à Lusa que o filho estava hospitalizado em estado grave e que o morto no carro onde os dois viajavam era de nacionalidade francesa.



Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
 
Termos e Condições de Uso.