Saúde

Entre 20 a 40% do dinheiro gasto em saúde é desperdiçado

Entre 20 a 40% do dinheiro gasto em saúde é desperdiçado

 

Lusa/AO online   Nacional   22 de Nov de 2010, 09:57

Entre 20 a 40 por cento do dinheiro investido em saúde é desperdiçado, segundo um relatório da Organização Mundial de Saúde (OMS) divulgado esta segunda-feira e que aconselha os países a melhorar a eficiência em vez de cortar nos gastos.
“Num momento em que o dinheiro escasseia, o conselho para os países é o seguinte: antes de procurarem onde cortar os gastos com assistência médica, há que procurar opções que melhorem a sua eficiência”, refere a directora-geral da OMS, Margaret Chan, numa mensagem introdutória do relatório.

Segundo o relatório sobre o financiamento dos sistemas de saúde, as estimativas globais apontam que entre 20 a 40 por cento das despesas de saúde são desperdiçadas, “privando muitas pessoas de cuidados extremamente necessários”.

Os gastos com medicamentos representam mais de 20 por cento da despesa total de saúde a nível mundial, com a OMS a aconselhar uma melhor utilização de fármacos.

Aliás, como exemplo de ineficiência, o documento dá conta de que “mais de metade da totalidade dos remédios é prescrita, dispensada ou vendida inadequadamente e metade dos doentes não toma os fármacos que são prescritos ou dispensados”.

A organização recomenda também uma melhor gestão hospitalar e frisa que, segundo estudos recentes, as unidades hospitalares poderiam ganhar mais 15 por cento do que actualmente sem terem que gastar mais.

Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
 
Termos e Condições de Uso.