Entradas sem visto nos EUA passam a custar 11 euros


 

Lusa/AO online   Economia   2 de Set de 2010, 12:04

As entradas nos Estados Unidos com isenção de visto vão passar a custar aos viajantes 14 dólares (11 euros) a partir de 8 de Setembro, anunciou a autoridade norte-americano para alfândegas e fronteiras.
A nova taxa para os viajantes de países incluídos no programa de isenção de vistos, de que Portugal faz parte, acompanha o pedido do Sistema Electrónico para Autorização de Viagem (ESTA, na sigla inglesa), obrigatório desde Janeiro do ano passado antes do embarque para os Estados Unidos.

Segundo o departamento de Alfândegas e Protecção de Fronteiras, a taxa, introduzida interinamente, será liquidada no momento de pedido autorização ou de renovação, através de cartão de débito ou crédito, e estes não serão processados até que o pagamento seja aceite.

Uma vez aprovadas, as autorizações são normalmente válidas para entradas múltiplas nos Estados Unidos, por um período de até dois anos.

Este período pode ser inferior, se a validade do passaporte do viajante expirar ou em condições excepcionais que obriguem a que o viajante efectue novo pedido.

O pagamento da taxa será exigido para viajantes com novos passaportes ou em novos pedidos de ESTA.

Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
Consulte os termos e condições de utilização e a política de privacidade do site do Açoriano Oriental.