Empresários açorianos saberão responder a aumento de turistas

Empresários açorianos saberão responder a aumento de turistas

 

Lusa/AO online   Regional   27 de Mar de 2015, 16:21

O presidente da câmara de comércio de Ponta Delgada afirmou que as empresas locais saberão responder ao aumento da procura devido à liberalização das ligações aéreas, uma "alteração estruturante" que terá necessariamente efeitos positivos na economia local.

 

"Eu estou absolutamente confiante que as empresas saberão dar a melhor resposta ao aumento da procura", afirmou Mário Fortuna, acrescentando que "para dar certo" é preciso que "o esforço seja coletivo".

A partir de domingo, as ligações entre o continente e as ilhas de S. Miguel e Terceira, nos Açores, passam a ser liberalizadas, sendo que para Ponta Delgada, além das companhias aéreas TAP e SATA, passarão a voar as transportadoras de baixo custo easyJet e Rayanair.

Em comunicado, a Câmara de Comércio e Indústria de Ponta Delgada (CCIPD) refere que numa reunião, com a presença de diversas entidades públicas e privadas, na quinta-feira, foram identificadas "muitos aspetos concretos a desenvolver", nomeadamente ao nível da segurança, higiene urbana, cultura, sinalética, entre outros.

Sem apontar nenhum setor em particular como menos preparado para o previsível aumento de turistas, Mário Fortuna defendeu que "o mais importante é lançar alertas para que todos os serviços possam ser bem prestados, para deixar uma boa impressão aos turistas".

"Tanto é crítico a segurança nas ruas, miradouros, onde quer que circulem turistas, como é crítico a forma como eles são recebidos quer em transportes, quer nos hotéis, quer nos restaurantes. Também é crítico a possibilidade que eles têm ou não de aceder à informação que possa otimizar a presença deles ou o entretenimento deles", disse Mário Fortuna.

Para o presidente da CCIPD, os Açores estão perante uma "alteração estruturante" que terá necessariamente impacto na economia local e no turismo, apontando já como exemplo concreto o aumento de 20% na procura sentido nas empresas de aluguer de carros em S. Miguel.

Segundo disse Mário Fortuna, "o sucesso aparente desta operação só quer dizer" que é necessário "reforçar todas as abordagens de melhoria da qualidade", para os Açores se tornarem "cada vez mais fortes no âmbito do turismo".

O representante dos empresários referiu, ainda, que há empresários de restauração em S. Miguel disponíveis para alargar o horário normal de funcionamento dos seus estabelecimentos de modo a melhor se adequarem às novas exigências e hábitos dos turistas.

Para sinalizar o início da operação do novo modelo de transporte aéreo para os Açores, a Câmara de Comércio e Indústria de Ponta Delgada promove a 29 de março um 'cocktail' no aeroporto de São Miguel, onde aterrarão nesse dia, pela primeira vez nos Açores, no mesmo dia de manhã o primeiro avião de uma companhia aérea de baixo custo, a easyJet.

Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
 
Termos e Condições de Uso.