Sociedade

Emigrantes regressados às ilhas criam associação


 

Lusa/AO online   Regional   26 de Out de 2010, 18:11

Emigrantes regressados, que pretendem voltar ou que frequentemente visitam o arquipélago dos Açores formalizam na quinta-feira a constituição de uma nova instituição destinada a “facilitar” as relações entre as ilhas e a diáspora açoriana.
Com sede na Ribeira Grande, ilha de S. Miguel, a Associação de Emigrantes dos Açores (AEA) pretende reunir “açorianos regressados à casa-mãe, uns para aplicar o que aprenderam na diáspora, capitais e conhecimentos” e outros para “descansar” do tempo em que estiveram emigrados ou por repatriamento, explicou à agência Lusa o presidente da nova organização.

Segundo Mário Moura, a criação da AEA, que funcionará no Museu da Emigração Açoriana daquela cidade, tem em vista garantir apoio aos que regressam às ilhas, àqueles de emigram e aos cidadãos estrangeiros que se fixam na região.

“Vamos usar uma experiência resultante da condição e emigrados e regressados” no desempenho dessa tarefa, acrescentou, anunciando também o propósito da associação de promoção de iniciativas da carácter sociocultural e desportivo, nomeadamente festejos característicos dos país de emigração açoriana tradicional como os Estados Unidos e Canadá.

Mário Moura garantiu também que a AEA pretende reunir açorianos de todas as ilhas.

Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
 
Termos e Condições de Uso.