Embaixador diz que EUA estão empenhados em trabalhar em parceria com Açores

Embaixador diz que EUA estão empenhados em trabalhar em parceria com Açores

 

Lusa/AO Online   Regional   11 de Dez de 2015, 05:03

O embaixador norte-americano em Lisboa disse hoje que os Estados Unidos estão empenhados em trabalhar em parceria com o Governo dos Açores e com os autarcas da ilha Terceira para garantir o futuro económico da região.

 

“Estamos empenhados em trabalhar em parceria com o presidente [do Governo Regional] e com os autarcas para garantir que tudo o que for possível será feito para garantir o futuro económico dos Açores”, afirmou Robert Sherman, em Angra do Heroísmo, ilha Terceira, onde se localiza a base das Lajes, que tem em curso uma redução da presença norte-americana.

O embaixador falava aos jornalistas após uma audiência com o presidente do executivo açoriano, Vasco Cordeiro, onde esteve também o diretor-geral do Departamento de Estado dos Estados Unidos para os Assuntos Europeus e da Euroásia, Conrad Tribble, que participam na sexta-feira na reunião da comissão bilateral permanente Portugal-Estados Unidos que decorre em Angra do Heroísmo.

Robert Sherman referiu que a reunião de sexta-feira inclui a base das Lajes, “mas também o desenvolvimento económico dos Açores” e que hoje de manhã teve uma reunião com os presidentes das câmaras de Angra do Heroísmo e da Praia da Vitória, na qual foram abordadas as perspetivas dos autarcas “em relação àquilo que pode ser feito em conjunto para criar empregos na ilha Terceira e incrementar o desenvolvimento económico”.

Sobre a reunião de sexta-feira, garantiu estar recetivo a “uma troca de ideias construtiva”.

O embaixador norte-americano explicou ainda que “o Governo Regional entregou uma lista com iniciativas em que estão interessados”, classificando-a como “muito boa para desenvolverem um trabalho conjunto em iniciativas na área da saúde, inovação, turismo, e setor piscatório”.

“Além disso, da parte da embaixada, estamos a desenvolver outras iniciativas diretamente, ao nível do empreendedorismo, intercâmbios escolares, o aprofundamento de ideias para bolsas de estudos a atribuir a alunos açorianos”, exemplificou, apontando ainda o estudo da indústria do atum ou projetos na área científica.

Para o embaixador, “existem muitas possibilidades nos Açores”, desejando “alargar o que está iniciado e continuar com uma cooperação continuada com o Governo Regional”.

Já o diretor-geral do Departamento de Estado dos Estados Unidos para os Assuntos Europeus e da Euroásia, Conrad Tribble, referindo-se aos assuntos relacionados com a base das Lajes, disse acreditar que “as coisas estão bem encaminhadas”.

“O processo que estabelecemos no ano passado para gerir a transição está neste momento a decorrer, ao nível do pessoal e infraestruturas, é um processo em contínuo e que, tal como disse o presidente (do Governo Regional), está a correr relativamente bem e amanhã [sexta-feira] iremos revê-lo para analisar se há alguma coisa que seja necessário ajustar”, acrescentou.

Conrad Tribble esclareceu que um eventual novo propósito para as Lajes é um assunto que está em Washington e que o ultrapassa, pois envolve uma revisão ao nível do Congresso [norte-americano].



Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
 
Termos e Condições de Uso.