Pelo menos 22 mortos em três atentados em Bagdad


 

Lusa/AO online   Internacional   13 de Out de 2014, 18:19

Três atentados fizeram pelo menos 22 mortos em menos de uma hora em bairros xiitas de Bagdad, cujas ruas estavam cheias de gente a distribuir guloseimas para a festa xiita Aïd al-Ghadir.

 

As explosões – duas das quais foram atentados suicidas com viaturas armadilhadas – ocorreram dentro ou nas imediações dos bairros de Kazimiya e Sadr City, frequentemente alvo de atentados, segundo a polícia.

Num posto de controlo das forças de segurança na praça Aden, à entrada do bairro Kazimiya, no noroeste da capital, pelo menos 11 pessoas morreram e 31 ficaram feridas num atentado suicida com um veículo armadilhado, disse um responsável policial citado pela agência de notícias francesa, AFP.

A explosão de uma bomba no mercado popular de Mredi, no bairro de Sadr City (norte) fez cinco mortos e pelo menos 24 feridos, acrescentou a mesma fonte.

E em Habibiyah, no limite sul de Sadr City, pelo menos seis pessoas – três polícias e três civis – morreram em outro atentado suicida com uma viatura armadilhada, num setor onde se situam muitos estabelecimentos de venda de automóveis.

Fontes do ministério do Interior e dos hospitais da capital iraquiana confirmaram estes balanços.

Seguindo uma rotina que se tornou tragicamente familiar, as explosões ocorreram numa altura em que as ruas de Bagdad se encontravam cheias de pessoas, entre as 18:00 e as 20:00 locais.

De acordo com as Nações Unidas, mais de 1.100 pessoas foram mortas em atos de violência no mês passado no Iraque. Segundo uma contagem da AFP, mais de 350 pessoas foram mortas em outubro no país.

Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
 
Termos e Condições de Uso.