Edição de hoje de Charlie Hebdo tem 3 milhões de exemplares e versão em cinco línguas

Edição de hoje de Charlie Hebdo tem 3 milhões de exemplares e versão em cinco línguas

 

Lusa/AO Online   Internacional   14 de Jan de 2015, 06:28

A edição de hoje do semanário satírico frances Charlie Hebdo tem 3 milhões de exemplares e sai em mais de 20 países, com versões em cinco línguas, incluindo o árabe e o turco.

Esta edição será traduzida em inglês, espanhol e árabe na versão digital e em italiano e turco na versão em papel.

O aumento da tiragem deve-se ao facto de a distribuidora, MLP (Messageries Lyonnaises de Presse), ter recebido grandes encomendas, não só de França mas também do estrangeiro, depois do atentado de quarta-feira passada à redação do semanário.

As anteriores edições do Charlie Hebdo tinham uma tiragem de 60.000 exemplares, metade dos quais era vendidos em banca.

A edição que sai hoje para as ruas foi preparada pelos sobreviventes do ataque terrorista traz na capa uma caricatura de Maomé, de lágrima no olho, segurando um papel com a frase ‘Je suis Charlie’, igual às utilizadas por milhões de pessoas que se manifestaram em defesa da liberdade de expressão, sobn o título “Tudo está perdoado”.

Os escritórios do semanário no centro de Paris foram atacados na quarta-feira pelos irmãos Said e Cherif Kouachi, dois ‘jihadistas’ franceses que mataram 12 pessoas, como vingança contra a publicação de 'cartoons' de Maomé.

Os dois irmãos foram mortos pela polícia dois dias depois nos arredores da capital francesa.

Os atacantes disseram ter “vingado o profeta” Maomé, caricaturado em diversas ocasiões no jornal satírico.

Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
 
Termos e Condições de Uso.