Finanças regionais

Economistas criticam aumento da despesa para a Madeira


 

Lusa / AO online   Regional   3 de Fev de 2010, 14:58

Os economistas contactados esta quarta-feira pela Agência Lusa consideram que um aumento dos gastos do Estado motivado pela alteração à Lei de Finanças Regionais (LFR) enviaria um sinal de despesismo aos mercados internacionais e levaria a gastos adicionais.
"É a tese do 'já agora', porque se se permite que a despesa aumente com a Madeira, então também se deve permitir que aumente noutras áreas onde a subida também não é muito significativa", disse o economista António Nogueira Leite.

Em declarações à Lusa, o antigo secretário de Estado do Orçamento de António Guterres considera que "não pode haver nem mais um centavo para a Madeira e, mesmo no caso dos Açores, é preciso ver se a despesa é comportável".

Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
 
Termos e Condições de Uso.