Ébola só comparável com a pandemia de Sida na década de 80

Ébola só comparável com a pandemia de Sida na década de 80

 

Lusa/AO online   Internacional   9 de Out de 2014, 17:16

A epidemia de Ébola que atinge a África Ocidental, com efeitos sem precedentes, é comparável à pandemia de Sida no início da década de 1980, afirmou um perito norte-americano, num fórum internacional em Washington.

 

“Posso afirmar em 30 anos de trabalho na área da saúde pública, a única coisa comparável com isto foi a Sida (Síndrome da Imunodeficiência Adquirida)", cujos primeiros casos nos Estados Unidos foram reportados no início da década de 1980, disse o diretor dos Centros norte-americanos para o Controlo e Prevenção de Doenças, Tom Frieden, num fórum dedicado ao vírus do Ébola, hoje organizado na capital federal norte-americana.

“Vai ser um longo combate”, admitiu Frieden, durante a iniciativa promovida pelo Banco Mundial, que contou com a presença de representantes das Nações Unidas e do Fundo Monetário Internacional (FMI), bem como dos presidentes dos principais países africanos afetados pela epidemia.

“Temos de trabalhar agora para que [o Ébola] não seja a próxima Sida do mundo”, reforçou o especialista.

O Ébola tem fustigado o continente africano regularmente desde 1976, sendo o atual surto o mais grave desde então.

A atual epidemia já fez 3.865 mortos em 8.033 casos identificados, segundo o último balanço da Organização Mundial de Saúde (OMS), com dados recolhidos até 05 de outubro.

Os três países da África Ocidental mais afetados pelo surto são a Libéria, a Guiné-Conacri e a Serra Leoa.


Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
 
Termos e Condições de Uso.