Durão Barroso satisfeito com escolha de sucessor "amigo de Portugal"


 

Lusa/AO online   Internacional   27 de Jun de 2014, 17:29

O presidente da Comissão Europeia, Durão Barroso, afirmou hoje estar "muito satisfeito" com a indigitação de Jean-Claude Juncker para lhe suceder no cargo, sublinhando que o luxemburguês é um amigo de Portugal

E"stou muito satisfeito, há mais de 25 anos que conheço Jean-Claude Juncker. É um homem muito europeísta, um líder político com grande experiência e – posso dizê-lo – um amigo do nosso país", disse José Manuel Durão Barroso.

“Temos um presidente da Comissão Europeia indigitado, que vai agora submeter-se ao voto do Parlamento Europeu e depois o colégio, no seu conjunto, será também submetida a esse mesmo voto”, acrescentou, em declarações aos jornalistas portugueses.

Os líderes europeus indigitaram hoje o ex-primeiro-ministro do Luxemburgo, Jean-Claude Juncker, como próximo presidente do executivo comunitário, substituindo Durão Barroso, que termina o seu segundo mandato no fim de outubro.

Para dia 16 de julho, o mesmo em que Junker deverá receber o aval do Parlamento Europeu, em Estrasburgo, está marcada uma cimeira extraordinária para decidir quem irá ocupar outros dois lugares cimeiros da União Europeia: a presidência do Conselho europeu o cargo de Alto Representante da UE para os Assuntos Externos.

Juncker foi escolhido por maioria qualificada de 26 Estados-membros, com os votos contra do Reino Unido e da Hungria.


Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
 
Termos e Condições de Uso.