Médio Oriente

Dubai pode recorrer a mandado de detenção contra Netanyahu


 

Lusa / AO online   Internacional   5 de Fev de 2010, 10:47

O chefe da polícia do Dubai afirmou que recorrerá a um mandado de detenção contra o primeiro-ministro israelita, se a Mossad tiver sido responsável pelo recente assassínio no Dubai de um responsável do Hamas, foi divulgado esta sexta-feira.
"Nós recorreremos a um mandado de detenção contra ele (Netanyahu) ", se se confirmar uma implicação do serviço de informações israelita, Mossad, no assassínio de Mahmud al-Mabhuh, declarou o general Dhahi Khalfan ao diário The National, órgão do governo do emirado de Abu Dhabi.

"Benjamin Netanyahu, o primeiro-ministro israelita, será o primeiro a ser procurado pela justiça pois terá sido ele que terá assinado a decisão de matar (Mahmud) al-Mabhuh no Dubai", adiantou.

Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
Consulte os termos e condições de utilização e a política de privacidade do site do Açoriano Oriental.