Açores/Eleições

Duarte Freitas pede a eleitores para ignorarem ataque contra si

Duarte Freitas pede a eleitores para ignorarem ataque contra si

 

Lusa/AO Online   Regional   11 de Out de 2016, 06:30

O líder do PSD/Açores às eleições regionais apelou, na ilha do Pico, aos eleitores para ignorarem os ataque que lhe são feitos, garantindo que será uma "enorme honra e responsabilidade" ser presidente do Governo Regional.

 

"Eu quero pedir-vos que não respondam, que não liguem aos ataques que me fazem. Tenho pele rija. Já aprendi ao longo dos anos. Quando alguém faz ataques desprezíveis devemos relevar", afirmou Duarte Freitas, durante o discurso num jantar comício na Filarmónica União Ribeirense, concelho das Lajes do Pico.

Num alucção emotiva e muito aplaudido, Duarte Freitas confessou que não trouxe notas para o discurso como costuma fazer, apenas "a alma limpa de picoense" para dizer o quanto ama os picoense, o Pico e todos os Açores.

"Eu fiz-me homem no Pico, fiz-me político no Pico e quero como homem e como político servir o Pico e todos os Açores", referiu o candidato, natural do Pico, numa serão democrático, onde além de panfletos do PSD e PS houve música de intervenção e regional durante o jantar.

Ao Governo Regional socialista, liderado por Vasco Cordeiro, o líder do PSD/Açores apontou erros ao nível dos transportes, obras públicas e da saúde, em específico na ilha montanha, para garantir que o PSD é a alternativa de Governo.

"Todos os anos nos gastamos no orçamento regional mais de 300 milhões de euros na Saúde e mesmo assim deixamos dezenas de milhões de euros de défice, já chegou a ser 100 milhões de euros e do que é que nos serve se temos uma saúde cada vez pior", considerou o candidato social-democrata.

Duarte Freitas criticou, ainda, a comunicação social por entender que esta escrutina mais o líder do maior partido da oposição do que o presidente do Governo, questionando "porquê esta singularidade?".

Terminou a intervenção cintando o poeta Manuel Alegra, histórico militante socialista, que dizia que "o melhor da ilha era a ilha em frente", acrescentando que para si "o melhor da ilha é a ilha em mim, é a ilha dos Açores".

No final do jantar, as mesas foram afastadas para dar lugar à chamarrita, uma típica dança local, que Duarte Freitas não resistiu a "bailar".

Para a votação de dia 16 estão inscritos 228.160 eleitores, que vão escolher os 57 deputados à Assembleia Legislativa da Região Autónoma dos Açores para os próximos quatro anos.

Treze forças políticas apresentam-se a votos, mas nem todas concorrem nos dez círculos eleitorais. Apenas aos círculos de São Miguel, que elege 20 deputados, e de compensação, que elege cinco, concorrem todas.

Nas últimas eleições regionais, realizadas a 14 de outubro de 2012, o PS venceu com maioria absoluta e elegeu 31 deputados, seguido de PSD com 20 mandatos e do CDS-PP com três. BE, CDU e PPM elegeram um parlamentar cada.



Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
 
Termos e Condições de Uso.