Espaço

Dois satélites "Galileo" colocados em órbita


 

Lusa/AO online   Internacional   21 de Out de 2011, 16:46

Os dois primeiros satélites operacionais do projecto europeu «Galileo» foram colocados em órbita durante o voo inaugural do foguetão «Soyuz», a partir do centro espacial na Guiana Francesa, anunciou a Arianespace.
«Penso que podemos falar da abertura de um novo capítulo da nossa história, o de uma Europa que tem êxito (...) e que sabe cooperar», declarou o presidente da empresa Arianespace, Jean-Yves Le Gall, alguns minutos depois dos satélites se encontrarem em órbita.

O foguetão russo descolou às 07:30 locais (11:30 em Lisboa) do centro espacial na Guiana Francesa.

Dez minutos mais tarde, após a separação dos três primeiros andares, o andar superior «Fregat» com os dois satélites, de 700 quilogramas cada um, acendeu pela primeira vez os motores.

Às 11:20 (15:20 em Lisboa), após uma segunda ignição de apenas cinco minutos, o «Fregat» colocou os dois primeiros satélites do «Galileo» na sua órbita circular, a mais de 23.000 quilómetros de altitude sobre o Oceano Índico, assinalando o fim da primeira missão da «Soyuz» a partir do centro espacial da Guiana Francesa.

Dois outros satélites «Galileo» devem ser lançados em 2012 e seguem-se outros 10 em 2014.

O programa «Galileo», uma iniciativa conjunta da Comissão Europeia (CE) e da Agência Espacial Europeia (ESA, sigla em inglês), é um projecto de construção de um sistema civil de navegação por satélite, com cobertura mundial, baseado em 30 satélites.

Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
 
Termos e Condições de Uso.