Dois mortos e 4 feridos graves no segundo dia da Operação Natal da GNR

Dois mortos e 4 feridos graves no segundo dia da Operação Natal da GNR

 

Lusa/AO online   Nacional   23 de Dez de 2012, 11:15

Dois mortos, quatro feridos graves e 69 feridos ligeiros é o balanço feito pela Guarda Nacional Republicana no segundo dia da Operação Natal que começou às 00h00 de sexta-feira e se prolonga até às 24 horas de quarta-feira.

 

No sábado os militares da Guarda Nacional Republicana registaram 229 acidentes, menos 36 do que no mesmo dia do ano passado, dois mortos, menos um que em 2011, o mesmo número de feridos graves e menos sete feridos ligeiros.

No acumulado dos dois primeiros dias de operação, a GNR já registou 510 acidentes – mais 14 do que em 2011 -, quatro mortos – o mesmo número de 2011 -, oito feridos graves – mais dois -, e 162 feridos ligeiros – mais 26 do que em 2011.

A operação Natal da GNR tem como objetivo combater a sinistralidade, regular o trânsito e garantir o apoio a todos os utentes da via, “proporcionando-lhes uma deslocação em segurança”.

A Guarda Nacional Republicana explica que, durante a operação, vão ser levadas a cabo diversas ações de patrulhamento e de fiscalização rodoviária, uma vez que as comemorações do Natal “provocam um aumento significativo do tráfego rodoviário, em consequência do acréscimo das deslocações das pessoas para as regiões de origem”.

Segundo a GNR, o reforço do patrulhamento vai ser mais visível nas estradas onde se “registam mais acidentes e pontos de conflito de trânsito”.

Na operação vão estar empenhados, diariamente, 1.770 militares da Unidade Nacional de Trânsito e dos comandos territoriais, que vão ser reforçados com efetivo da Unidade de Intervenção e da Unidade de Segurança e Honras do Estado, adianta a corporação.


Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
 
Termos e Condições de Uso.