Dois hipermercados encerram na Moita e 40 canoístas resgatados em Amora


 

Lusa/AO online   Nacional   27 de Set de 2014, 19:38

Cerca de 40 participantes numa prova de canoagem na zona ribeirinha de Amora (Seixal) caíram hoje à água, devido ao vento, e tiveram de ser resgatados, tendo dois deles sofridos ferimentos ligeiros, informaram os bombeiros.

 

O Comando Distrital de Operações de Socorro (CDOS) de Setúbal explicou à agência Lusa que esta situação aconteceu por volta das 17:20 e que não foi necessário transportar qualquer dos atletas para o hospital.

“Não foi ninguém para o hospital, mas dois dos participantes ainda foram assistidos no local porque sofreram pequenos ferimentos, nomeadamente escoriações”, revelou o CDOS.

Na zona ribeirinha de Amora, decorria esta tarde uma “prova desportiva de canoagem”, quando “rajadas fortes de vento viraram as embarcações de vários concorrentes”.

“Cerca de 40 caíram à água, mas foram todos resgatados”, acrescentou a fonte da Proteção Civil.

No local, estiveram 22 operacionais, apoiados por sete veículos e por duas embarcações, envolvendo meios dos bombeiros, da Polícia Marítima e da PSP.

No distrito de Setúbal, o mau tempo provocou ainda hoje, sensivelmente entre as 14:50 e as 19:30, um total de 59 inundações, duas delas em hipermercados no concelho da Moita, que tiveram de ser encerrados, sem provocar quaisquer feridos.

“No Intermarché da Moita, ocorreram infiltrações no telhado e o estabelecimento teve de ser encerrado”, enquanto “no Continente caiu parte da cobertura, na zona das caixas registradoras”, e o hipermercado foi, igualmente “evacuado e encerrado”, relatou o CDOS.

No global, nove dos 14 concelhos do distrito de Setúbal foram afetados pelo mau tempo: “Os três piores foram a Moita, com 19 inundações, Setúbal, com 12, e o Barreira, com 10”, disseram os bombeiros à Lusa.


Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
 
Termos e Condições de Uso.