Dois ex-prisioneiros que Alemanha decidiu acolher chegaram esta quinta-feira


 

Lusa/AO online   Internacional   16 de Set de 2010, 11:47

Dois ex-prisioneiros do campo de Guantánamo chegaram esta quinta-feira à Alemanha, que respondeu favoravelmente ao pedido feito em Julho pela administração norte-americana e pelo Presidente Barack Obama.
Um dos ex-prisioneiros, Ayman Muhammad, um palestiniano, de 34 anos, chegou esta manhã a Hamburgo, confirmou um porta-voz do senado para o interior desta cidade-Estado.

O presidente da comissão de assuntos internos do parlamento alemão, Wolfgang Bosbach, comentou a chegada dos ex-prisioneiros, dizendo que Berlim “tem todo o interesse em que eles se sintam bem na Alemanha e se integrem rapidamente”.

Bosbach lembrou que as autoridades alemãs, antes de decidirem acolher os ex-prisioneiros, fizeram questão de “examinar cuidadosamente” os respectivos processos, “de forma a excluir que eles constituíam um risco para a segurança interna do país”.

Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
 
Termos e Condições de Uso.