Dívida do Grupo EDA, ascendia a 243 ME em 2015

Dívida do Grupo EDA,  ascendia a 243 ME em 2015

 

Lusa/AO Online   Regional   23 de Dez de 2016, 11:07

A dívida total do Grupo EDA, nos Açores, ascendia a 243 milhões de euros no final de 2015, menos cinco milhões do que o valor registado no período homólogo de 2014, foi hoje anunciado.

“99,8% da dívida do Grupo EDA está concentrada nas empresas EDA e EDA Renováveis, em consequência do esforço de investimento que anualmente realizam”, refere o relatório e contas 2015, a que a agência Lusa teve acesso, acrescentando que só a empresa mãe, a EDA, é responsável por “94,1% da dívida total”.

Criada em julho de 1981, a empresa EDA – Eletricidade dos Açores, detida em 50,1% pela Região Autónoma dos Açores, foi transformada em sociedade anónima em 1997, fazendo atualmente parte do grupo empresas como a SEGMA, GlobalEDA, EDA Renováveis e Norma Açores.

O principal objetivo da EDA e das suas subsidiárias é a produção, transporte, distribuição e venda de energia elétrica, bem como a prestação de serviços de telecomunicações, sistemas de informação, consultadoria, gestão e manutenção de instalações industriais.

Em 2015, os encargos financeiros associados ao serviço da dívida consolidada totalizaram 6,3 milhões de euros, menos 2,6 milhões de euros do que os custos financeiros suportados em 2014.

O relatório e contas 2015 adianta, ainda, que o resultado operacional do grupo empresarial totalizou 23.438 euros, representando um decréscimo de 2,7%, face aos 24 mil euros de 2014.

De acordo com o documento, esta evolução está relacionada com a contração dos rendimentos operacionais em 10%, conjugado com o decréscimo nos gastos operacionais em 11%.

O volume de negócios (inclui vendas e prestação de serviços) do Grupo EDA atingiu mais de 175 mil euros, o que representa um decréscimo de 8,4% relativamente ao montante atingido em 2014 (mais de 191 mil euros).

Na mensagem do presidente do Conselho de Administração da EDA, publicada no relatório e contas 2015, Duarte Ponte destacou que todas as empresas apresentam “mais uma vez resultados positivos” e que “cerca de metade dos resultados do Grupo EDA é proveniente da EDA Renováveis”.

Duarte Ponte referiu, ainda, que após quatro anos consecutivos de redução da produção de energia elétrica, em resultado da crise financeira e económica que assolou o país a partir de 2011, “o ano de 2015 demonstrou um ligeiro aumento global da produção em cerca de 0,3%”.

Quanto a linhas de crédito contratadas, o Grupo EDA dispunha, no final de 2015, de um montante de 170 milhões de euros, dos quais 91 milhões de euros em linhas de curto prazo.

A faturação da energia elétrica atingiu, em 2015, o montante de cerca de 114 mil euros, dos quais cerca de 80 mil euros correspondem ao fornecimento de energia de baixa tensão, que representa 70,2% do total. Os restantes 33.812 mil euros dizem respeito a fornecimento de energia em média tensão.

A rede de distribuição nos Açores abasteceu 122.750 mil clientes e registou um aumento de 4,4% no valor da faturação em 2015, em resultado do acréscimo de 3,9% no preço médio de venda combinado com o crescimento no consumo de eletricidade.

 


Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
 
Termos e Condições de Uso.