Médio Oriente

Disparo de 'rocket' reivindicado por grupo ligado à Al-Qaida


 

Lusa / AO online   Internacional   18 de Mar de 2010, 11:24

Um grupo salafista de Gaza com ligações à Al-Qaida, o Ansar al-Sunna, reivindicou o ataque com um 'rocket' que hoje matou um trabalhador agrícola tailandês num «kibutz» em Israel.
"A brigada Ansar al-Sunna (partidários da tradição do profeta) reivindica a responsabilidade pelo ataque que visou (a cidade israelita de) Ashkelon com um 'rocket khayber', hoje às 11:24", afirmou o grupo num comunicado divulgado em Gaza.

"Um colono sionista foi morto. Este ataque 'jihadista' é uma resposta à agressão sionista contra a mesquita de Al-Aqsa, os locais santos e o nosso povo de Jerusalém", acrescenta o comunicado do grupo.

Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
 
Termos e Condições de Uso.