Discovery Portugal Real Estate Fund lança marca hoteleira DHM


 

Lusa/AO online   Economia   11 de Fev de 2015, 16:22

O Discovery Portugal Real Estate Fund, fundo que gere o Furnas Boutique Hotel, lançou uma marca própria de gestão hoteleira, a DHM-Discovery Hotel Management.

A nova marca DHM tem como objetivo “diferenciar e gerir transversalmente um conjunto de ativos do fundo”, passando a abranger tanto os hotéis em operação, como as unidades que estão atualmente em renovação.

Neste momento, este fundo gere quatro unidades hoteleiras que estão em operação, nomeadamente o Praia Verde Boutique Hotel (Castro Marim, Algarve), o Monte Real - Hotel Termas e Spa (Monte Real, Leiria); o Palácio da Lousã Boutique Hotel (Lousã, Coimbra) e o Eden Resort (Albufeira, Algarve). Já o Vila Monte Farm House (Moncarapacho, Algarve), o Furnas Boutique Hotel Thermal & Spa (Furnas, São Miguel, Açores) e o Resort The Crest (Vale Formoso Algarve) estão a ser renovados.

“Assente no conceito de respeitar as raízes, integrando as tradições com a inovação, a DHM–Discovery Hotel Management funciona, assim, como uma marca de gestão ‘umbrella’ para unidades hoteleiras que mantêm a sua autenticidade e identidade própria”, adianta o fundo de gestão.

“Queremos, de facto, acrescentar valor renovando e inovando, em estreita ligação com parceiros locais e com uma nova abordagem à hotelaria”, afirma o presidente da DHM, Pedro Seabra, citado em comunicado.

Já o presidente executivo da nova rede hoteleira, Miguel Guedes de Sousa, especifica que “cada unidade terá o seu conceito, design e identidade próprios, com as experiências locais como elemento diferenciador na consolidação de cada hotel”.

O próximo hotel da DHM que deverá voltar a abrir portas, depois de renovado, é o Furnas Boutique Hotel, em São Miguel nos Açores, até ao final do primeiro trimestre de 2015. Também em renovação e com abertura prevista até ao fim de junho de 2015 estão o Vila Monte e o The Crest, no Algarve.

O fundo prevê investir cerca de 20 milhões de euros durante os primeiros três anos nas sete unidades que tem sob gestão, incluindo dois milhões já aplicados em 2014, outros 12 milhões previstos para 2015 e os restantes seis milhões em 2016. Este dinheiro inclui as obras no Praia Verde Boutique Hotel, que foi já renovado, e as três unidades hoteleiras que não foram ainda alvo de alterações, marcadas para um "futuro próximo”.

Para além desses investimentos, o dinheiro destinado a 2016 “deverá aumentar substancialmente, bem como o número de alojamentos, camas e colaboradores, com a entrada de novas unidades, atualmente em construção ou em negociação”, acrescenta o fundo.

O Discovery Portugal Real Estate Fund gere fundos imobiliários turísticos desde setembro de 2012 e é assessorado pela Explorer Investments, sociedade gestora de ‘private equity’.


Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
 
Termos e Condições de Uso.