Associações e empresas constroem guião para a internacionalização


 

Lusa/AO online   Economia   26 de Out de 2015, 09:58

Dirigentes associativos e empresários do norte e centro de Portugal juntam-se na quarta-feira, em Vila Real, para preparar um guião que simplifique o processo de internacionalização e definir uma estratégia de desenvolvimento do turismo e indústria agroalimentar.

 

O encontro “Norte e Centro de Portugal nos caminhos da internacionalização” é organizado pela Associação dos Empresários Turísticos do Douro e Trás-os-Montes (AETUR), com sede em Vila Real.

O objetivo, segundo disse hoje fonte da organização, é uma união de esforços por parte dos dirigentes associativos e empresários destas regiões com vista à internacionalização.

A ideia é ainda “afirmar o papel das associações e dos empresários na dinâmica exportadora portuguesa” e eleger “como estratégia comum o desenvolvimento do turismo e da indústria agroalimentar”.

São cada vez mais os turistas estrangeiros que escolhem o norte e centro para as suas férias e o setor do vinho ganha também mais relevância nas exportações de regiões como o Douro, o Dão ou dos vinhos verdes (Minho).

Em conjunto, os participantes neste encontro pretendem construir um “modelo ou um guião transversal que simplifique e sirva o propósito da internacionalização, contemplando os procedimentos e compromissos públicos e privados”.

A AETUR lembrou que as exportações assumem “uma acrescida importância” e contribuem para os “objetivos de crescimento da economia e para o equilíbrio da balança de pagamentos”.

A organização sublinhou ainda que as associações possuem um “histórico em matéria de internacionalização” e têm desempenhado “um relevante papel na promoção externa dos produtos gerados pelas empresas associadas, facilitando o acesso a mercados estratégicos, aligeirando procedimentos e diminuindo custos operacionais”.

Por outro lado, o Estado disponibiliza um conjunto de recursos técnicos e financeiros cujo objetivo é o de melhorar o desempenho das ações de internacionalização das mais diversas áreas da economia e nos mercados externos prioritários.

Por isso mesmo, segundo a AETUR, na quarta-feira pretende-se discutir, refletir e propor um conjunto de orientações e sugestões que “contribuam para a melhoria global do desempenho exportador e da cooperação associativa e institucional”.

Participam no encontro associações empresariais, industriais, de desenvolvimento, ligadas às áreas do turismo e da viticultura, núcleos empresariais, associações de municípios, comissões de coordenação de desenvolvimento regional do Norte e Centro e até o Parque Natural Regional do Vale do Tua.

O encontro conta com o apoio da Universidade de Trás-os-Montes e Alto Douro (UTAD) e Comunidade Intermunicipal do Douro (CIMDouro).

Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
 
Termos e Condições de Uso.