Irão

Dirigente da oposição estudantil iraniana condenado


 

Lusa / AO online   Internacional   20 de Jan de 2010, 16:58

Um dirigente da oposição estudantil no Irão foi condenado hoje a oito anos e meio de prisão por acções contra a segurança nacional e por insultar os dirigentes da República Islâmica, segundo o seu advogado, citado pela agência Fars.
Majid Tavakoli, 23 anos, foi ainda condenado a cinco anos de proibição de actividade política e de proibição de saída do país, segundo 'sites' da oposição iraniana.

Tavakoli foi detido a 07 de Dezembro durante manifestações organizadas em diferentes 'campus' universitários de Teerão por ocasião do Dia do Estudante, que evoca a repressão da revolta estudantil de 1953 pela polícia do Xá.

Segundo a agência oficial IRNA, Tavakoli foi detido quando tentava abandonar o 'campus' "disfarçado de mulher".

Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
Consulte os termos e condições de utilização e a política de privacidade do site do Açoriano Oriental.