Divisas

Director-geral FMI alerta para ameaça de "guerra de moedas"


 

Lusa/AO online   Economia   7 de Out de 2010, 12:27

O director-geral do Fundo Monetário Internacional, Dominique Strauss-Kahn, defendeu esta quinta-feira que deve ser tomada como "muito séria a ameaça de uma guerra de moedas" e prometeu fazer "propostas" para "a evitar", disse em entrevista ao Le Monde.
"Levo muito a sério a ameaça de uma guerra de moedas", disse o responsável pelo FMI, acrescentando que "é preciso evitá-la" pelo que "o FMI vai fazer propostas nesse sentido".

Segundo o director-geral da organização, a retoma da economia mundial pode fazer ressurgir "a tentação de soluções nacionais" como a desvalorização da moeda.

"Já assistimos a isso com a intervenção japonesa para fazer baixar o iene e com o alarme das autoridades brasileiras face à valorização do real", afirmou.

Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
 
Termos e Condições de Uso.