Direcção-Geral de Saúde vai concluir três grandes estudos até final do ano


 

Lusa/Ao online   Nacional   11 de Dez de 2007, 10:50

O impacto da obesidade nas crianças portuguesas será conhecido "com rigor" até final do ano lectivo, quando forem divulgados três grandes estudos da Direcção-Geral de Saúde sobre um fenómeno que afecta 30% das crianças no primeiro ciclo.

    "Começaram em Outubro três estudos da Direcção-Geral de Saúde, um que incide sobre as crianças entre os três e os cinco anos, outro sobre os alunos em idade escolar e o terceiro sobre adolescentes, cujos resultados serão conhecidos no final do ano", disse à Lusa João Breda, coordenador da Plataforma Contra a Obesidade.

    Em declarações aos jornalistas, o responsável lembrou que não existem em Portugal estudos que permitam conhecer "com rigor" este fenómeno do excesso de peso, que se estima "afectar 30 por cento das crianças [portuguesas] no primeiro ciclo e 25 por cento no pré-escolar".

    Estes números, acrescentou João Breda, indicam que Portugal é um dos países na Europa onde este problema é mais acentuado.

    Os estudos feitos até agora em Portugal sobre a obesidade infantil não são "nem representativos nem significativos", acrescentou.

    "Estes três grandes estudos vão permitir recolher dados suficientes para, até ao final do ano lectivo, conhecer com rigor o impacto da obesidade na infância", afirmou o responsável, acrescentando que um dos estudos está a ser feito em parceria com a Organização Mundial de Saíde (OMS).

    Portugal pretende até 2015 conseguir a estabilização da obesidade infantil, tal como está definido na carta europeia da OMS, lembrou Breda, que falava à margem da cerimónia de apresentação das acções que o Governo e a Galp Energia vão lançar no âmbito do projecto "Energia Positiva".

    Entre as iniciativas com as quais o projecto "Energia Positiva" pretende nos próximos três anos sensibilizar a sociedade, e em especial o meio escolar, está um "road show" realizado por figuras públicas pelos estabelecimentos de ensino.

Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
 
Termos e Condições de Uso.