Diamante excecional de 232 quilates descoberto em mina sul-africana


 

LUSA/AO online   Internacional   9 de Set de 2014, 14:24

Um diamante de 232,08 quilates "de um tamanho e clareza excecionais" foi descoberto numa mina sul-africana próxima de Pretória, particularmente rica em diamantes fora do usual, anunciou hoje a empresa proprietária da mina

A sociedade londrina Petra Diamonds Cullinan, proprietária da mina desde 2008, não comunicou o valor exato da pedra, da categoria “D de tipo II”, ou seja, transparente ou incolor e sem impurezas mensuráveis.

O último diamante branco vendido pela sociedade, com um peso de 507,3 quilates, atingiu o preço recorde de 35,3 milhões de dólares em 2010, disse à agência France Presse uma porta-voz da Petra Diamonds, Cathy Malins.

Segundo Cathy Malins, os especialistas avaliam o novo diamante excecional entre 10 e 20 milhões de dólares, tendo em conta os preços registados nos últimos anos. A venda realiza-se até ao final do ano.

Em junho, a empresa anunciou outra descoberta rara, um diamante azul de 122,52 quilates, na mesma mina, situada a cerca de 40 quilómetros da capital sul-africana.

Em 1905, o maior diamante do mundo – o “Cullinan” de 3.106 quilates – foi igualmente descoberto naquela mina e, mais tarde, foi talhado em dois para integrar as joias da Coroa Britânica.


Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
 
Termos e Condições de Uso.