Dezasseis forças políticas vão a votos, apenas 12 em todos os círculos

Dezasseis forças políticas vão a votos, apenas 12 em todos os círculos

 

LUSA/AO online   Nacional   26 de Ago de 2015, 16:30

Dezasseis forças políticas vão a votos nas eleições legislativas de 04 de outubro, mas apenas 12 - dez partidos e duas coligações - concorrem aos 22 círculos eleitorais.

Em 2011, concorreram às legislativas 17 forças políticas, das quais apenas dez em todos os círculos eleitorais.

PSD/CDS-PP, PS, CDU (PCP e Verdes), BE, Livre/Tempo de Avançar, Partido Democrático Republicano (PDR), PAN, Nós, Cidadãos!, PPM, PCTP-MRPP, Partido Nacional Renovador (PNR) e MPT fazem o pleno e apresentaram listas a todos os círculos, de acordo com o resultado do sorteio das candidaturas apresentadas nos tribunais e hoje divulgado pela Comissão Nacional de Eleições (CNE).

O PSD e o CDS-PP apresentam-se coligados em 20 círculos (pela candidatura Portugal à Frente) e separados nas Regiões Autónomas dos Açores e Madeira. Nos Açores, o CDS-PP integra uma coligação com o PPM (Aliança Açores).

A coligação Agir (que integra PTP e MAS) concorre a 21 círculos, não tendo apresentado listas na Madeira, seguindo-se o novo Partido Unido dos Reformados e Pensionistas (PURP), que concorre a 19 círculos (sem listas em Bragança, Vila Real e Madeira).

Outro 'estreante' em legislativas, o Juntos Pelo Povo, apresenta-se em 14 círculos, não tendo apresentado listas em Castelo Branco, Évora, Faro, Portalegre, Santarém, Vila Real, Viseu e Açores.

O Partido Cidadania e Democracia Cristã (ex-Pro Vida) apenas concorre a quatro círculos eleitorais: Aveiro, Braga, Santarém e Viana do Castelo.

Estes dados ainda estão sujeitos a validação, uma vez que o juiz, em cada círculo, tem até hoje para verificar a regularidade do processo, a autenticidade dos documentos que o integram e a elegibilidade dos candidatos. Se houver irregularidades, o juiz tem até sexta-feira para notificar o mandatário da candidatura.

Os boletins de voto mais extensos serão os de Aveiro, Braga e Viana do Castelo, com 16 candidaturas.

De acordo com os dados da CNE, nos círculos de Lisboa e Porto apresentaram listas 15 forças políticas (entre partidos políticos e coligações), tal como em Beja, Coimbra, Évora, Guarda, Leiria, Santarém, Setúbal, Madeira, Açores e nos círculos da Europa e Fora da Europa.

No entanto, em Évora uma das candidaturas que consta no modelo de boletim de voto não foi apresentada por qualquer partido, tendo a denominação de "Manuel da Conceição Marques", pelo que deverá ser excluída pelo tribunal.

Seguem-se Bragança, Castelo Branco, Faro, Portalegre, Vila Real e Viseu, círculos aos quais se apresentaram 14 forças políticas.

Em comparação com a lista dos partidos registados no Tribunal Constitucional, verifica-se que não concorrem às legislativas o Partido Operário de Unidade Socialista (POUS), o Partido Democrático do Atlântico e o Partido Liberal Democrata (ex-MMS).

Em relação às legislativas de 2011 há seis novas forças políticas: Livre/Tempo de Avançar, PDR, coligação Agir, Nós, Cidadãos!, PURP e Juntos Pelo Povo.

Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
 
Termos e Condições de Uso.