Dez escolas fechadas devido à greve do pessoal não docente

Dez escolas fechadas devido à greve do pessoal não docente

 

Lusa/Açoriano Oriental   Regional   3 de Fev de 2017, 14:12

Dez escolas nos Açores encerraram hoje devido à greve do pessoal não docente, informou a secretaria Regional da Educação e Cultura, acusada por um sindicato de manter estabelecimentos abertos à custa de trabalhadores ocupacionais.

"Do levantamento feito até às 11:45 locais, pelo menos dez escolas fecharam, nas ilhas do Pico, São Miguel, Terceira, Santa Maria e São Jorge, havendo uma adesão na ordem dos 31% àquela hora", informou fonte da secretaria.

Os funcionários das escolas fazem hoje greve para exigir, entre outros aspetos, a negociação da criação de uma carreira especial, mas também mais recursos humanos nas escolas, com os sindicatos a estimarem uma carência de no mínimo 2.000 auxiliares.

À Lusa, o dirigente João Decq Mota, do Sindicato os Trabalhadores em Funções Públicas e Sociais do Sul e Regiões Autónomas, declarou que têm sido verificadas "situações de ilegalidade".

"Esta greve está, uma vez mais, a ser furada por uma situação que é perfeitamente ilegal. Os trabalhadores de contrato de trabalho em funções públicas estão em greve, as escolas não tinham condições para trabalhar e estão a funcionar porque o serviço está a ser assegurado por pessoas ao abrigo de programas ocupacionais como o 'Recuperar' ", adiantou João Decq Mota.

O sindicalista sublinhou que estes funcionários "não podem substituir trabalhadores efetivos" ou exercerem funções sem serem supervisionados, sustentando que muitos deles aguardam o próximo mês para saber se o programa ocupacional lhes é renovado, "mas foram chamados" a trabalhar.

João Decq Mota exemplificou que, na Ribeira Grande, ilha de São Miguel, "trabalhadores estagiários de informática estão a fazer a portaria, ocupando o lugar do porteiro que está em greve", garantindo que vai apresentar queixa junto das entidades competentes.

O responsável acrescentou que "existem muitas escolas secundárias e do 1.º ciclo encerradas, sendo que outras que estão abertas esta manhã vão encerrar à tarde".

"Pelos primeiros dados que nos estão a chegar, e não fosse esta situação que se está a passar, esta greve efetivamente está a atingir os seus objetivos", disse.

A Secretaria Regional da Educação e Cultura fez saber que não faz comentários à acusação do sindicato.


Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
 
Termos e Condições de Uso.