Detido em Ceuta espanhol suspeito de ser peça essencial do autoproclamado Estado Islâmico


 

Lusa/AO Online   Internacional   26 de Abr de 2017, 08:21

Um espanhol foi detido hoje de madrugada, em Ceuta, como suspeito de integrar o grupo extremista Estado Islâmico (EI) e constituir uma peça essencial no aparelho de recrutamento do movimento, disse fonte oficial.

Em comunicado, o Ministério do Interior espanhol indicou que o homem, de 29 anos, fazia parte de uma rede salafista ‘jihadista’ estabelecida no bairro de El Príncipe.

Aquela rede tinha sido desarticulada parcialmente em novembro último, com a detenção de quatro responsáveis, acrescentou.

A operação policial mantém-se em curso.

Desde 26 de junho de 2015, quando o Ministério do Interior espanhol elevou para quatro o nível de alerta antiterrorista, as forças e corpos de segurança de Espanha detiveram 158 presumíveis extremistas.

 

Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
 
Termos e Condições de Uso.