Designação de Juncker é "um mau dia" para a Europa


 

Lusa/AO online   Internacional   27 de Jun de 2014, 17:30

A designação de Jean-Claude Juncker para a presidência da Comissão Europeia marca "um mau dia para a Europa", afirmou o primeiro-ministro britânico, David Cameron, que se opôs frontalmente à escolha do luxemburguês

"Este é um mau dia para a Europa, que arrisca enfraquecer a posição dos governos nacionais", disse Cameron depois de o conselho europeu ter aprovado a escolha de Juncker por 26 votos a favor e dois contra (Reino Unido e Hungria).

“Se tivéssemos trabalhado juntos, teríamos encontrado um candidato alternativo”, frisou.

Cameron admitiu contudo ter de “aceitar o resultado” da cimeira, embora a decisão tomada por 26 Estados membros nesta matéria “reforce a convicção” britânica de que “a Europa tem de mudar”.

Os líderes europeus indigitaram hoje para o cargo de presidente da Comissão Europeia Jean-Claude Juncker, candidato do Partido Popular Europeu (PPE, centro-direita), que venceu as eleições europeias de maio.

O nome de Juncker tem ainda de ser aprovado pelo Parlamento Europeu, numa votação prevista para 16 de julho em que precisa de obter uma maioria simples (367 votos em 751).

 



Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
 
Termos e Condições de Uso.