Desfile de estrelas no Festival Internacional de Cinema de Xangai


 

Lusa / AO online   Internacional   13 de Jun de 2010, 13:20

O 13.º Festival Internacional de Cinema de Xangai abriu sábado à noite com o habitual desfile de estrelas, entre as quais Gong Li, John Cussak e o realizador francês Luc Besson, que recebeu um prémio de carreira.

Pela passadeira vermelha do Grande Teatro de Xangai passaram também os realizadores John Woo, presidente do Júri, e Chen Kaige, galardoado igualmente com um prémio de carreira, e duas mais conhecidas atrizes chinesas da nova geração, Zhao Wei e Fan Bingbing.

É o mais importante festival de cinema da China e decorre até 20 de junho, com dezasseis filmes de mais de uma dezena de países candidatos à "Taça de Ouro", o primeiro prémio do certame.

“Este é um ano maravilhoso para Xangai”, disse Luc Besson referindo-se à Expo2010, a maior exposição universal de sempre, patente na grande metrópole chinesa de 01 de maio a 31 de outubro.

O cineasta francês revelou que a protagonista do seu próximo filme será uma atriz chinesa: “Adoro o cinema chinês”, afirmou.

Entre os filmes a concurso figuram “Ondine” (Irlanda), de Neil Jourdan, “Time of Fear” (Brasil), de Sérgio Rezende, “Circuit” (Espanha), de Xavier Ribera Perpiña, “Kiss me Again”?Itélia), de Gabriele Muccino e “Ocean Heaven” (China), de XUE Xiaolu.

A programação do festival inclui duas retrospetivas, dedicadas a Woody Allen, cineasta raramente exibido no circuito comercial chinês, e ao próprio John Woo.

Gong Li e John Cussak são os principais intérpretes de “Xangai”, co-produção sino-americana que estreia quinta-feira na China e que está a ser promovida como “a versão asiática de ‘Casablanca’”.

O cinema está em grande desenvolvimento na China, mas o país importa apenas vinte 20 filmes por ano, a maioria dos quais os grandes sucessos feitos por Hollywood.

Em 2009, a receita dos cinemas na China aumentou 42 por cento, para 6.200 milhões de yuan (620 milhões de euros).

Já este ano, o filme “Avatar” estabeleceu o recorde de bilheteira na China, faturando 1.300 milhões de yuan (cerca de 157 milhões de euros).

Cerca de 240 países e organizaçoes internacionais, entre os quais Portugal, participam na Expo 2010, dedicada ao tema "Better City, Better Life" (Melhores Cidades, Maior Qualidade de Vida).


Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
 
Termos e Condições de Uso.