Deputado do PPM/Açores exige ampliação da Escola do Corvo

Deputado do PPM/Açores exige ampliação da Escola do Corvo

 

Lusa/AO online   Regional   9 de Out de 2014, 14:49

O líder do Partido Popular Monárquico (PPM) e deputado à Assembleia Legislativa dos Açores, Paulo Estêvão, exigiu que o Governo Regional proceda, de forma "urgente", à ampliação da Escola Mouzinho da Silveira, no Corvo.

 

O parlamentar, que falava em conferência de imprensa, na Horta, lembrou que aquele estabelecimento de ensino foi criado para acolher os alunos do 1.º e 2.º ciclos, mas que desde o ano letivo 2013/2014 ministra também o ensino secundário, sem nunca ter sofrido obras de remodelação.

"Este ano foi implementado, pela primeira vez no estabelecimento, um horário contínuo e passaram a ser utilizados como espaços de sala de aula, de forma quase permanente, a biblioteca, o laboratório e a sala de diretores de turma", explicou Paulo Estevão.

No seu entender, o número de salas de aula disponibilizadas na escola da mais pequena ilha dos Açores "não será suficiente" no próximo ano letivo, devido ao "previsível aumento do número de turmas".

"A tudo isto, acresce o facto de todo o edifício estar a necessitar de uma reparação urgente", insistiu o deputado do PPM, que vai apresentar no Parlamento dos Açores um projeto de resolução para forçar o executivo socialista a avançar com as necessárias obras de remodelação.

Na Escola Mouzinho da Silveira estão matriculados, atualmente, 47 alunos, divididos por 11 turmas, embora existam apenas seis salas de aula.

"No próximo ano letivo serão 13 as turmas existentes naquele estabelecimento e a situação irá certamente agravar-se", alertou Paulo Estêvão, que entender ser necessária a construção de, pelo menos, mais três salas de aula.



Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
 
Termos e Condições de Uso.